Condenados do mensalão que estavam em Minas são transferidos para Brasília

16 de novembro de 2013

Justiça



Condenados do mensalão que estavam em Minas são transferidos para Brasília
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-11-16/condenados-do-mensalao-que-estavam-em-minas-sao-transferidos-para-brasilia
Nov 16th 2013, 16:43

Da Agência Brasil

Brasília - Os sete réus condenados na Ação Penal 470 que se apresentaram ontem (15) em Belo Horizonte (MG) embarcaram no avião da Polícia Federal, às 16h30, no Aeroporto da Pampulha. Eles serão transferidos para Brasília junto com o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu e o ex-presidente do PT José Genoíno, que estavam em São Paulo.

A transferência é feita porque cabe ao juiz da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal executar as penas. No entanto, os réus poderão pedir para cumprir a pena nas cidades onde moram.
As prisões dos condenados foram decretadas ontem (15) pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa. O último réu a apresentar-se à Polícia Federal foi o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, nesta manhã, em Brasília. Os outros réus se entregaram nesta sexta-feira.

Sete réus apresentaram-se ontem à Polícia Federal em Belo Horizonte (MG): José Roberto Salgado, ex-vice-presidente do Banco Rural; O publicitário Marcos Valério; Kátia Rabello, ex-presidenta do Banco Rural; o ex-deputado federal Romeu Queiroz (PTB-MG); Ramon Hollerbach e Cristiano Paz, ex-sócios de Marcos Valério; e Simone Vasconcelos, ex-funcionária de Valério.

Os réus devem ser levados ao Complexo Penitenciário da Papuda.



Edição: Lana Cristina



Henrique Pizzolato viaja para a Itália e é considerado foragido pela Polícia Federal

Justiça



Henrique Pizzolato viaja para a Itália e é considerado foragido pela Polícia Federal
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-11-16/henrique-pizzolato-viaja-para-italia-e-e-considerado-foragido-pela-policia-federal
Nov 16th 2013, 15:28

Cristina Indio do Brasil

Repórter da Agência Brasil
Rio de Janeiro - O advogado Marthius Sávio Cavalcante Lobato, que defendeu o ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil, Henrique Pizzolato, no julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF), disse que seu cliente está na Itália. O advogado informou que desconhece quando Pizzolato, um dos réus condenado na Ação Penal 470, o processo do mensalão, deixou o Brasil e quais foram os motivos da decisão. "Ele fez isso isoladamente. Não sei qual foi o pensamento dele. Foi uma decisão isolada", disse.
Marthius Sávio Cavalcante Lobato informou ainda à Agência Brasil, que não representa mais Pizzolato. "A minha participação encerrou com o transitado e julgado da ação, que foi na quinta-feira [14]. Não tenho poderes para falar em nome dele. A procuração que ele me passou se encerrou no transitado e julgado. Na fase da execução, ele teve que me outorgar poderes", acrescentou ao explicar que não é mais advogado de Pizzolato.
O advogado, no entanto, ainda manteve contato com a Polícia Federal no Rio e em Brasília para tratar do caso. Pela manhã, ele confirmou ao delegado da Polícia Federal, da superintendência do órgão no Rio de Janeiro, Marcelo Nogueira, que uma carta divulgada na imprensa pela família de Pizzolato era mesmo do ex-diretor do Banco do Brasil. Nela, Pizzolato, que tem dupla cidadania, diz que decidiu buscar um novo julgamento na Itália.
"Por não vislumbrar a mínima chance de ter julgamento afastado de motivações político-eleitorais, com nítido caráter de exceção, decidi consciente e voluntariamente fazer valer meu legítimo direito de liberdade para ter um novo julgamento, na Itália, em um tribunal que não se submete às imposições da mídia empresarial, como está consagrado no tratado de extradição Brasil e Itália. Agradeço com muita emoção a todos e todas que se empenharam com enorme sentimento de solidariedade cívica na defesa de minha inocência, motivadas em garantir o Estado Democrático de Direito que a mim foi sumariamente negado", concluiu Pizzolato.
O delegado Marcelo Nogueira informou que, como a Polícia Federal não pôde prender Pizzolato porque ele não estava em casa, o réu no processo é considerado foragido e vai passar a integrar a lista da Interpol. "A partir do momento em que o mandado de prisão não foi cumprido porque ele estava ausente, ele já é considerado foragido. Este é o procedimento padrão", explicou em entrevista à Agência Brasil.
Marcelo Nogueira confirmou que recebeu a ligação do advogado Marthius Sávio Cavalcante Lobato assegurando que a carta divulgada na imprensa era de Pizzolato e, portanto, indicando que ele está fora do Brasil.
O delegado disse que não está mais prevista qualquer ação da Polícia Federal no Rio de Janeiro com relação à prisão de Pizzolato. "Agora, é com o ministério da Justiça", concluiu.
Edição: Lana Cristina
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/bb/D46FjC

Réus condenados no mensalão se entregam à Polícia Federal

#Justiça


Brasília - O ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares apresentou-se hoje (16) à Polícia Federal. Ele e outros 11 condenados na Ação Penal 470, o processo do mensalão, tiveram a prisão decretada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa. Dos 12 mandados de prisão expedidos pelo Supremo, 11 foram cumpridos.

Veja a galeria de fotos:http://agenciabrasil.ebc.com.br/galeria/2013-11-16/reus-condenados-no-mensalao-se-entregam-policia-federal


Fonte: Agência Brasil.



Explore o MAXX

Notícias
Nacional

Internacional
Finanças
Política
Justiça
Segundo Caderno
Esportes


Educação
Inovação

Serviços
Barra de Ferramentas

Buscador
Previsão do Tempo
Tradutor
Viagens

Entretenimento
Cultura

Famosos
MAXX FM
Música
Sobre Rodas
Stations (Busca Rádios)

Estilo de vida
Homem

Mulher

Chat
Amizade

Encontros
Livre
Paquera
Sexo (+ 18 anos)
Webmasters
Outras salas

Fale conosco
Atendimento Virtual
Avalie-nos
E-mail

Fone Fácil
Fórum
Reclame Aqui
Redes Sociais

Copyright 2008 - 2017 © Ouni - Todos os direitos reservados.
"O uso desse website significa que você aceita os Termos de Uso e a Política de Privacidade, em especial no que tange ao uso de cookies."

Informações Importantes | Política de Privacidade | Termos de Uso

Vá para o Ouni